quinta-feira, 27 de março de 2014

Carta 25 - FINAL

30 de Flamerule de 1374

Tholenburg, destino Mestre Castelão do Forte das Armas, Torre do Machado.
  • Caro Mestre Castelão:

Com esta, eu me despeço de minha jornada. Rompo meus laços, uma vez que cumpri minha obrigação. Mas o mundo é muito grande, e, a despeito de minhas intenções iniciais, acabo seguindo o mesmo destino dos Viajantes do Forte das Armas que me antecederam: Não mais retornarei.
Tudo mudou como os humores de uma raposa desequilibrada no dorso de um dragão azul. Bem, soou poético, não? Deve ser as novas companhias que estou precisando manter.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Carta 024 (ou Carta Elfo)

30 de Elesias

Ao portador, destino Mestre Castelão do Forte das Armas, Cordilheira da Espada.
Caro Mestre Castelão.

As coisas ficaram muito estranhas em Meuveaunt nos últimos dias. Em resumo: Faelar enlouqueceu e debandou do grupo, levando a Espada Khalatangas. E ele deu a entender que vai tentar me enfrentar.

O que é uma boa notícia... Afinal, não precisarei caçá-lo!

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Carta 23

28 de Elesias

Meuveaunt, Destino Mestre Castelão do Forte das Armas, Cordilheira da Espada

Caro Mestre Castelão.

Nada a declarar. Dias não relevante.

Favor providenciar que epístola em anexo chegue ao senhor Meu Pai. Não precisa saber de seu conteúdo.

Mesmo!

Confie em mim!

Tholen da Torre do Martelo.

Meuveaunt, Destino Chefe Bufir da Torre do Martelo, Forte das Armas, Cordilheira da Espada


Caro pai:

Estou em grande turbulência.

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Carta 022-B

AINDA Hilsfar, 26 de Elesias





Caro mestre Castelão:

Perdão por dividir a carta, mestre. Creio que não contabilizei direito o papiro após a lista de nomes de elfos.

Ah, sim... Minha vingança.

Eu não conhecia o lado "caçador" de Faelar. Foi mesmo uma surpresa... Não iria exagerar ao ponto de dizer que gostei, mas ele mergulhou na caça como se ele tivesse passado por aquela humilhação conosco. E o fato de correr pelas paredes como lagartixa tomando a dianteira enquanto eu lutava para vencer os obstáculos me lembrou as caçadas que eu tinha com Humano.

Taí um bom elogio ao elfo: Poderia manter como um bichinho de estimação.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Carta 022-A

26 de Elesias



Hilsfar, Destino Mestre Castelão do Forte das Armas, Cordilheira da Espada

Caro mestre Castelão:

Não pude dormir A primeira noite desde que deixamos Myth Drannor. Mas diferente de outras, não era pelo temor dos monstros e demônios que espreitariam em moitas próximas, ou da falta de confiança nos companheiros de viagem, ou medo de Solomon - que os deuses tenham sua alma precavida - berre em desespero entregando nossa localização a Zentarins ou Drows. Era como a noite anterior ao meu aniversário.

Era a noite anterior à minha vingança!